CÔYSAS DA PAIXÃO [Capítulo #11] – O vestido



Dr. Dinheireri está saindo de uma reunião num centro de convenções, acompanhado de Balneária, agora rearranjada como sua assistente pessoal, e os dois dão de cara com uma cena surpreendente:
Dona Côysa, vestida de noiva, vindo em sua direção.

BALNEÁRIA (espantadíssima): Dona Côysa!

DR. DINHEIRERI: M-m-mas o quê que é isso?

DONA CÔYSA (com voz sensual): O seu pai quer que eu devolva o vestido de noiva. Vim trazê-lo de volta pra você.

DR. DINHEIRERI: Esquece isso, Côysa! Não vou querer esse vestido. Vou pedir pro meu pai esquecer essa história.

DONA CÔYSA (ainda com voz sensual): Agora eu faço questão. Se você quiser, tiro ele pra você aqui mesmo!

DR. DINHEIRERI: Côysa, isso não é nada elegante!

DÔNA CÔYSA (segue sensual): Tudo bem. Se você quiser, posso tirar o vestido pra você num lugar mais reservado… como nos velhos tempos…

Dinheireri começa a ficar mexido com as insinuações de Dona Côysa.

BALNEÁRIA: Ui ui ui! Já vi que eu tô sobrando aqui. Vou deixar vocês sozinhos.

DR. DINHEIRERI: Balneária, você fica!

DONA CÔYSA (ainda sensual): Nossssssa, Dindim! Esse tipo de fantasia eu não sabia que você tinha!

DR. DINHEIRERI: Tá todo mundo olhando, Côysa!

DONA CÔYSA: O que é bonito é pra se admirar. E olha como meu vestido é… coladinho!

Balneária (sussurrando): Vai lá, Dr. Dinheireri! Dá uma chance pra ela.

DR. DINHEIRERI: Eu não vou dar uma chance pra você, Côysa!

BALNEÁRIA: Dá essa chance pra ela, chefinho! O senhor ainda não percebeu que aquela patacoada no dia do casamento não tinha nada a ver com ela?

DONA CÔYSA: Diz se eu não sou a noiva mais goishhhhtosa que você já viu?

DR. DINHEIRERI: Desse jeito você me constrange, Côysa!

BALNEÁRIA: Vai lá, Dr. Dinheireri! Tem uma pousada maravilhosa a três quilômetros daqui, pegando a estradinha da represa. Vai lá com ela, vai!

DONA CÔYSA: Vem, meu dindinzão!

DR. DINHEIRERI: Será que eu vou?

BALNEÁRIA: Vai!!!

DR. DINHEIRERI: Eu vou!! =)

Alegria geral. Dinheireri aceita o convite de Dona Côysa. Os dois pegam um táxi e vão para a tal da pousada recomendada por Balneária. Ali, bem… acontece tudo.

Algum tempo depois, no Morro do Rato Morto.

CLAUDIÇÃO (com cara meio fechada): Papai… acabei de receber uma ligação da Balneária…

ARTEMÍSIO: Algo importante?

CLAUDIÇÃO: Ela disse que… bem, papai… A Dona Côysa e o seu Dinheireri… eles se reconciliaram!

ARTEMÍSIO (sem dar muita bola): Ah é, é?

CLAUDIÇÃO: Foi o que ela disse.

ARTEMÍSIO: Ah, filho… eu entendo o lado dela.

CLAUDIÇÃO: Entende? =)

ARTEMÍSIO: Entendo sim…

CLAUDIÇÃO: Então você vai desistir dessa história com a Dona Côysa, certo?

ARTEMÍSIO: Não! Eu tô falando que eu entendo o lado da Balneária. Ela trabalha pro tal do Dinheireri. Ela tem que obedecer às ordens dele pra garantir o ganha-pão! Ele deve ter pedido pra ela plantar alguma desinformação comigo, e ela obedeceu, né… faz parte!

CLAUDIÇÃO: Não, papai! Não inventa moda! Esquece essa tal de Dona Côysa!

ARTEMÍSIO: Quando um amor é pra vida inteira ele não reage assim não, meu filho!

CLAUDIÇÃO: Puxa, vida! =(

ARTEMÍSIO: Mal posso esperar pra reconquistar minha Coysinha.

No fim da noite, na pousada….

Roupas para todo lado. Vestido de noiva amontoado num canto do quarto. Bagunça generalizada. Dona Côysa e Dinheireri, na mesma cama. Ela está sorridente, mas ele está pensativo.

DONA CÔYSA: Por que você está assim?

DR. DINHEIRERI: Isso não deveria ter acontecido, Côysa!

DONA CÔYSA: Por que você diz isso? Era pra gente estar casado agora!!!

DR. DINHEIRERI: Mas a gente não tá! E eu tô chateado…

DONA CÔYSA: Eu já dei um chega pra lá naquele doido do Artemísio. Ele é carta fora do baralho! Eu não tenho culpa dele ter armado aquele barraco pra separar a gente. Olha pro seu lado! Eu tô aqui, não tô!? Eu não fugi com ele!

DR. DINHEIRERI: Pode ser, Côysa… mas eu vou precisar de um tempo pra avaliar direito essa situação…

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

E agora? Será que Dr. Dinheireri vai começar a enrolar Dona Côysa? Não perca o próximo capítulo de CÔYSAS DA PAIXÃO.


Mestre Risada Forçada®

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram