Header Ads

ENVOLVENTE SUCESSAGEM [Capítulo #14] – Deliciosa hospedagem



FAFÉCIA: Cidadãos de Vila dos Bairros, não posso esconder de vocês que nós sofremos um golpe muito duro durante a noite! A Dona Sarityellen, empresária do ramo camisinhístico que tanto amamos, pegou o dinheiro do seguro da fábrica e FUGIU DE NOSSA CIDADE!!!

Todos ficam chocados com o que diz a prefeita da cidade. Mas no meio deles, há alguém que não esboça tanta surpresa assim. É Cleoniça Pipoqueira, que sabe que Mistiane está de olho na ex-empresária fujona.

Bem longe dali, num hotel requintado no Guarujá…

Sarityellen e seu filho, Rodolfo Reginaldo, brindam com duas taças de champanhe, enquanto ostentam uma mesa de almoço farta, cheia dos pratos mais caros do cardápio.

DONA SARITYELLEN: Isso sim é que é vida, meu filho! Não aquela penúria daquela fábrica de camisinhas, aquela cidade cheirando a poeira e mofo…

RODOLFO REGINALDO: Nem me fale, mamãe! Passei tempo demais de penúria na Europa. Tava sentindo falta de uma boa e alta gastronomia!

DONA SARITYELLEN: O que estraga é essa corrimão de escada! Continuo não acreditando que você a trouxe conosco, meu filho! Olha como ela fica se exibindo naquela piscina!

Risoleta, à beira da piscina, arruma a canga da forma com que mais apareça a sua bunda. Vários homens passam olhando…

RODOLFO REGINALDO: Deixa ela, mamãe… o que é bonito é pra se mostrar.

DONA SARITYELLEN: Fora que ela está deixando de almoçar pra ficar de bunda pra cima na piscina. Tem coisa mais pobre que isso?

RODOLFO REGINALDO: Deixa ela…

Enquanto isso, em Vila dos Bairros.

A prefeita Fafécia quer tirar satisfações do Delegado Del Rêgo.

FAFÉCIA: Então o filho da naja traiçoeira esteve por aqui ontem para tirar aquela vestibulanda de meretrício da cadeia?

DELEGADO DEL RÊGO: Mas que ódio no coração, senhora prefeita! Não faz muito tempo que a senhora era toda amores para cima da tal Sarityellen!

FAFÉCIA: Aquela Jezebel traiu a mim e à cidade toda! =’(

DELEGADO DEL RÊGO: Eu não posso fazer nada! O valor da fiança estava estipulado. O filho da camisinheira veio aqui, eles pagaram e ponto final. Eu só sei que o nosso inquérito apurando o incêndio da fábrica ainda não está concluído. A seguradora não deveria ter liberado o dinheiro para a Dona Sarityellen. Os errados são eles! Se vira por lá!

Enquanto isso, no hotel de luxo no Guarujá.

Rodolfo Reginaldo mal entra em sua suíte e é abordado pela camareira.

CAMAREIRA: Senhor Rodolfo Reginaldo, certo?

RODOLFO REGINALDO: Sou eu mesmo!

Debaixo da roupa de camareira um rosto se revela: é o de Mistiane, se aproveitando do fato de que Rodolfo Reginaldo não a conhece pois chegou a Vila dos Bairros depois que ela já havia fugido.

MISTIANE (disfarçada de camareira): Eu trouxe lençóis macios para o senhor.

RODOLFO REGINALDO: Ah tá, muito obrigado! Mas já haviam arrumado meu quarto.

MISTIANE: Sim, disso eu sei. Mas é que não arrumaram com um lençol macio o suficiente.

RODOLFO REGINALDO: Será? Acho que é macio sim…

MISTIANE: O senhor não está entendendo! Existem vários níveis de lençol macio. Tem o Lençol Macio Master, que é o que puseram na cama do senhor. Tem o Lençol Macio Premium, melhor que o Master. Depois tem o Lençol Macio Nobre, o Lençol Macio Real, o Lençol Macio Imperial e o Lençol Macio Imperial Plus. O lençol que estou trazendo para o senhor é o Macio Imperial Plus 2++.

RODOLFO REGINALDO: Uau! Eu não sabia que existia tudo isso! Mas não é mais caro colocar esse lençol não?

MISTIANE (fingindo estar sem graça): Ser mais caro até que é. Mas nada será cobrado do senhor. Eu estou trazendo porque… hihihi… acho que o senhor merece!

RODOLFO REGINALDO: Puxa, camareira… obrigado! Achei muito fofo de sua parte!

Mistiane sorri e começa a trocar os lençóis. Ela faz questão de rebolar bem a bunda para seduzir Rodolfo Reginaldo. Ela não é tão dada quanto Risoleta, mas também sabe enouquecer um homem (ainda mais um frouxão como é o caso de Rodolfo Reginaldo).

MISTIANE (insinuante): Espero que o senhor durma muito bem!

RODOLFO REGINALDO: Não sei nem se vou dormir mais agora que não vou mais parar de pensar em você.

MISTIANE (fingindo estar encabulada): Ai, para! Eu… eu… ainnn… preciso sair! Ainda tenho muito trabalho a fazer!

Mistiane sai do quarto deixando Rodolfo Reginaldo doidinho. O rapaz fica pensando alto “Essa tá no papo”, mas logo é surpreendido por Risoleta:

RISOLETA: Dodolfo!?

RODOLFO REGINALDO: Oi!

RISOLETA: O quê que tá acontecendo, amore!? Eu tô aqui falando feito aquele gato xarope dos celular e você aí me ignorando…

RODOLFO REGINALDO: Não tô ignorando, não! Tô só lembrando aqui comigo que a gente não vai e não pode ficar aqui por muito tempo. Amanhã ou depois, nós vamos embarcar para as Bahamas!

RISOLETA: Uau! Que bárbaro!

RODOLFO REGINALDO: Inclusive, você precisa me dar seu passaporte o quanto antes para eu fazer a reserva.

RISOLETA: P-p-p-passa… porte?

RODOLFO REGINALDO: É. Passaporte!

RISOLETA: Nossa, gato! É que eu não tenho passaporte, não. O mais longe que já fui de avião foi pra Cuiabá. Não precisava de passaporte.

RODOLFO REGINALDO: Hummmm, então né! Tem que ver isso aí…

Rodolfo Reginaldo deixa Risoleta sozinha e volta para a parte social do hotel. Risoleta fica encabulada. Rodolfo Reginaldo não agiria de forma tão aleatória e desinteressada algum tempo antes.

RISOLETA: Aí tem!

Algum tempo depois, foi Sarityellen quem se recolheu à sua suíte presidencial. Mas ao entrar no recinto e olhar para cima da cama, ela teve uma grande e desagradável surpresa. Havia ali um bilhete onde se podia ler:

TODO O SEU ESFORÇO, NO FINAL, SERÁ EM VÃO

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

E agora? Continuará Sarityellen a receber esses bilhetinhos derrotantes? Conseguirá Mistiane levar seu plano até o fim? Aliás, qual é o plano de Mistiane? E a cidadezinha de Vila dos Bairros, sairá de sua enrascada? Não perca o próximo capítulo de ENVOLVENTE SUCESSAGEM.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.