Header Ads

header ad

ENVOLVENTE SUCESSAGEM [Capítulo #16] – Trocando de amores



MISTIANE: Ai, moço… não sei se devemos.

RODOLFO REGINALDO: Devemos e precisamos. Tenho que te conhecer melhor.

MISTIANE: Deixa pra lá, moço… (meio que saindo)

RODOLFO REGINALDO: Pelo menos me diz seu nome.

MISTIANE: Tá no meu crachá, puxa vida! Seu desatencioso! Ò.ó

RODOLFO REGINALDO: Descuuuuulpa! Deixa eu ler então… err… bem… Tabatah Soraya!?

MISTIANE (com sorriso sacana): Isso mesmo!

RODOLFO REGINALDO: Nossa! Parece nome de travesti!

MISTIANE: COMO É QUE É!!!??? O_O

RODOLFO REGINALDO: Nada não… hehehe… pensei alto, me desculpe.

MISTIANE: Primeiro que não existe nada de mal com as travesti!

RODOLFO REGINALDO: Claro, claro… e eu também não tenho preconceito com viado, só com pobre.

MISTIANE: OOOOOO QUÊÊÊÊ!!!!??? Ò_ó

RODOLFO REGINALDO: NAAAAADA, NAAADA… definitivamente, não me deixa falar mais nada, pelamordedeus!!! Vai falando aí, só você… (•_•)

MISTIANE: Tá bom… humpf… continuando… Segundo que esse é um nome muito benquisto em minha família. Soraya era o nome de minha mãe, e Tábata o de minha avó.

RODOLFO REGINALDO (se entediando): Aham, ok… cê sai dez da noite?

MISTIANE: Por aí.

RODOLFO REGINALDO: Certo… vou te procurar.

Rodolfo vai saindo de perto de Mistiane, que esboça um sorrisinho maquiavélico.

Enquanto isso, em Vila dos Bairros

A prefeita Fafécia faz, pela milionésima vez, mas um de seus pronunciamentos em tempos de crise. Mas dessa vez ela está bastante sorridente.

FAFÉCIA: Concidadãos de nossa amada Vila dos Bairros. Eu quero avisar a vocês que uma parte considerável de nossos problemas está finalmente em vias de ser resolvido!

Burburinho de pessoas comentando, mas não botando tanta fé nas palavras da prefeita.

FAFÉCIA: Graças à intermediação que consegui junto aos corretores da Dinheireri Seguros, que fizeram mea-culpa sobre a liberação precoce do seguro da fábrica de camisinhas para a antiga dona, eles conseguiram encontrar novos compradores para a massa falida e esturricada da fábrica.

Multidão começa a fazer barulhinhos mais felizes.

FAFÉCIA: A FÁBRICA VAI SER REABERTA, MINHA GENTE!!!

POVÃO: AEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!

FAFÉCIA: Logo mais eu quero convidá-los a dar boas vindas ao emissário dos Preservativos Afoganso, que vão colocar a nossa amada Vila dos Bairros novamente no mapa da camisinhança mundial!

Povão começa a ficar cabreiro de novo. Carlos Leopoldino levanta a mão e faz uma pergunta à prefeita.

CARLOS LEOPOLDINO: Mas será que vai rolar legal mesmo, prefeita Fafécia? Esse pessoal das camisinhas Afoganso nunca foi muito com a cara das camisinhas Fofada!

FAFÉCIA: Eu não acredito que até num meio fudeco como esse pode rolar treta! Cês tão de sacanagem comigo, né!?

Não muito longe dali, na delegacia do Delegado Del Rêgo…

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Por favor, dotô Delegado! Eu nunca me envolvi com esses lances de crime!

DELEGADO DEL RÊGO: Calma que eu nem fiz a primeira pergunta.

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Mas seja lá o que for eu sou inocente! Tenho três filhos pra criar, e ultimamente, com esse bando de imprestável comprando tudo fiado, só tenho pipoca pra dar pra eles comerem!!!

DELEGADO DEL RÊGO: Oloco, Dona Cleoniça! Isso aí é Nível Programa de TV aos Domingos de vida sofrida, hein!

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Nem me fala! Por mim a gente já tinha pedido ajuda pro Caldeirão do Rodrigo Portiolli!

DELEGADO DEL RÊGO: A informação que quero da senhora é muito mais simples…

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Hum…

DELEGADO DEL RÊGO: A senhora sabe alguma coisa sobre o sumiço de Maria Cláudia Sarityellen da Assunção Fofada, ex-proprietária da fábrica de camisinhas E TAMBÉM da fuga de minha prisioneira, Mistiane Fulleirini de Albuquerque?

CLEONIÇA PIPOQUEIRA (nervosa): Ma-ma-mas-s-s p-p-po-por que eu deveria saber, dotô Delegado!? ‘_’

DELEGADO DEL RÊGO: A senhora era sempre vista ajudando da jovem Mistiane no período em que ela trabalhou dançando funk na praça.

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Eu só vendia pipoca pra ela, nada mais…

DELEGADO DEL RÊGO: Curiooooooso… algo me diz que a senhora está me escondendo alguma coisa… Mas tudo bem… Eu vou fazer umas perguntinhas para a senhora… hoje eu não tenho pressa…

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Danô-se!

De volta ao hotel de luxo no Guarujá…

Rodolfo Reginaldo está ao lado da piscina, junto a Risoleta. Os dois estão tomando sol. Logo, o rapaz faz um anúncio à sua companheira:

RODOLFO REGINALDO: Olha… mais tarde a gente vai dar uma saidinha, beleza?

RISOLETA: Óóóóótimo! Cansei desse hotel e desses garçons que não respondem ao meu tchauzinho…

RODOLFO REGINALDO: VOCÊ FICA DANDO TCHAUZINHO PROS GARÇONS? Ò_ó

RISOLETA: Ah eu fico, ué… desde criancinha eu adorava ficar na rodoviária dando tchau para os ônibus que saíam da plataforma de embarque. Tchauzinho é a terceira coisa que eu mais dou nessa vida. As outras duas, rsrsrs… eu nem te conto.

RODOLFO REGINALDO: NÃO GOSTEI DESSA HISTÓRIA, HUMFFF!!!! Ò.Ó Mas, de qualquer forma, eu quero que você venha comigo e tenha alguma compostura.

RISOLETA: Nossa, com certeza. Sou a mulher mais compostuda que você poderia conhecer, rsrsrs… pode deixar!

RODOLFO REGINALDO: Nós vamos nos encontrar com meu amigo Bequinho Fricote. Você não deve estar ligando o nome à pessoa, mas o Bequinho é o atual centroavante do Real Madrid.

RISOLETA (cresce o olho): Uau, que chique! Eu não acompanho muito futebol. Esses jogadores usam uma roupa grande demais pros meus padrões… rsrs… mas se é do Real Madrid, deve ser bom… né? Pelo menos é o que dizem que é.

RODOLFO REGINALDO: Eu espero que você não o trate de qualquer jeito. Ele está acostumado a conviver com gente muito requintada.

RISOLETA: Por mim, tudo bem… chama lá seu amigo que eu dou um trato!

RODOLFO REGINALDO: O QUE VOCÊ DISSE!?

RISOLETA: Ai, nada demais, que tédio… GARÇON, TRAZ UM DRY MARTINI!!! Adoooooro poder falar isso… rsrsrs.

De volta à delegacia do Delegado Del Rêgo:

Quase sete horas de depoimento. Cleoniça Pipoqueira entrega os pontos:

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Ai, eu vou entregar os pontos, não quero nem saber! Pra mim já deu dessa história de delegacia! Mas ó… eu não tenho culpa nenhuma nisso não, viu!?

DELEGADO DEL RÊGO: Isso é o juiz quem vai dizer…

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Ai minha nossa! Tá, eu vou falar… a menina Mistiane me procurou depois de fugir. Disse que o Halvarino contou tudo pra ela sobre a armação da Dona Sarityellen. E disse que sabia que a dona da fábrica ia fugir da cidade!

DELEGADO DEL RÊGO: Claro! Tudo agora faz sentido…

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: Ela me falou que ia seguir a Dona Sarityellen pra onde quer que ela fosse. Que ia desmascarar, conseguir provas e tudo mais. A menina Mistiane é inocente, seu delegado!

DELEGADO DEL RÊGO: É… eu já tinha desconfiado disso.

CLEONIÇA PIPOQUEIRA: O Halvarino contou tudo o que sabia pra Mistiane porque já devia desconfiar que corria o risco de morrer. Certeza que foi a Dona Sarityellen que matou ele, seu delegado!

DELEGADO DEL RÊGO: Isso é o que nós vamos averiguar!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
E agora? Conseguirá Mistiane provar sua inocência? E o que o jovem Rodolfo Reginaldo pretende fazer com Risoleta? Não percam o próximo e eletrizante capítulo de ENVOLVENTE SUCESSAGEM.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.