Header Ads

header ad

ENVOLVENTE SUCESSAGEM [Capítulo #24] – Madrugada agitada



DONA SARITYELLEN: Onde você estava, Rod… digo, Jabiédisson, meu filho?

RODOLFO REGINALDO: Ora mamãe, eu estava na praia. Vê lá se eu não vou me mudar pras Bahamas sem ir na praia todos os dias? Eu hein!

DONA SARITYELLEN: EU ESTIVE NA PRAIA MAIS CEDO, MEU FILHO!!! E eu não te encontrei!!! Você saiu de casa antes das 10 da manhã. Por que só está voltando agora?

RODOLFO REGINALDO: Mas em que praia a senhora esteve? O que não falta aqui em Nassau são praias!

DONA SARITYELLEN: Ora… na praia mais badalada!

RODOLFO REGINALDO: Ah, então é por isso que não me encontrou! Eu fui na praia do povão ^_^

DONA SARITYELLEN: CREEEEDO!!! Eu nem sabia que tinha um negócio desses por aqui!

RODOLFO REGINALDO: Claro que tem mamãe (provoca). E olha… a praia do povão aqui de Nassau é tipo um formigueiro colorido, ó… coisa bonita de ver!

DONA SARITYELLEN: AI QUE NOJO!!! Eu achei que ia me livrar do populacho vindo pra cá. Nem toque em mim, Rodolfo Regin… digo, Jabiédisson, meu filho. OOOOOOO PANELIIIIIIIICEEEEEEE!

PANELICE (correndo): Chamou, Dona Kate Diana?

DONA SARITYELLEN: Chamei sim. Pega essa roupa do meu filho e deixa dois dias na água sanitária. Só assim pra esse antro de bactérias miseráveis ter alguma salvação!

PANELICE: Sim, Dona Kate Diana!

A noite cai.

Em Vila dos Bairros, o Delegado Del Rêgo chega em casa e fica olhando para a boneca inflável bumbum granada que ganhara mais cedo de Seu Alba. A princípio ele pensa em deixar a boneca pra lá. Mas aí ele tem a impressão de que a boneca olha pra ele, ele olha pra boneca…

DELEGADO DEL RÊGO (sentado em sua cama): Desde que a Risoleta fez aquela patacoada na cela que eu tô no atraso. E essa boneca meio que tá dando sopa né… Ahhh, não custa nada ver qual é ^_^

O Delegado Del Rêgo decide se divertir com o bumbum da boneca inflável. Qual não é sua surpresa quando, lá por volta de uma da manhã, a boneca explode na sua cara.

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUMMMMMMMMMMMMMM


DELEGADO DEL RÊGO: AAAAAHHHH… socorrooooo!!!

Toda a vizinhança acorda assustada. A ambulância chega meia-hora depois e tira o delegado de dentro da casa, todo embrulhado em material para queimadura.

VIZINHA 1: Gente! O delegado tava peladinho da silva, em cima da boneca inflável quando ela explodiu feito rojão de São João.

VIZINHA 2: Que barbaridade!

Enquanto isso, nas Bahamas…:

O celular de Rodolfo Reginaldo toca de madrugada. Ele mal consegue atender. Do outro lado está Mistiane, ainda sob a identidade falsa de Tabatah Soraya.

RODOLFO REGINALDO (ainda muito sonolento): Quê que aconteceu, Tabatah!?

MISTIANE: Ai, Rodolfo… me ajuda!

RODOLFO REGINALDO: Agora é Jabiédisson Glaudemar, eu já te disse!

MISTIANE: Eu tô passando mal! Acho que aquele panetone não me caiu muito bem… =’(

RODOLFO REGINALDO: Puta que o pariu, Tabatah! Eu te avisei, não avisei!?

MISTIANE: Eu preciso de um médico…

RODOLFO REGINALDO: Tá bom… eu vou aí e te levo no médico. Mas vê se não faz escândalo!

Rodolfo Reginaldo sai do quarto e acaba atraindo a atenção da empregada Panelice, que veste uma fina estola por cima da camisola e interpela seu patrão.

PANELICE: O senhor precisa de alguma coisa, seu Jabiédisson?

RODOLFO REGINALDO: Não, Panelice. Muito obrigado. Pode voltar a dormir.

PANELICE: Mas o senhor vai sair agora?

RODOLFO REGINALDO: Err… vou sim. Não fala nada para a minha mãe não, tá!?

PANELICE: Bom… meu silêncio não é de graça, né… seu Jabiédisson.

RODOLFO REGINALDO: Você tá querendo que eu te pague por fora pra não contar pra minha mãe que eu saí?

PANELICE: Querer, querer, eu não quero… mas se o senhor pagar eu me lembro de esquecer mais rápido, né… ;-)

RODOLFO REGINALDO: Mas é uma pistoleira mesmo, hein… toma aqui, cem dólares!

PANELICE: Ai não… Dólar das Bahamas não! Só aceito se for dólar americano.

RODOLFO REGINALDO: Santa paciência! Então toma aqui cem verdosas! Tá contente agora?

PANELICE: Tô sim. Pode tocar o terror em Nassau inteira que eu não vou saber de nada ;-)

RODOLFO REGINALDO: Acho bom mesmo… ¬¬’

Rodolfo Reginaldo sai de casa e pega um carro. Poucos minutos depois, Dona Sarityellen sai do quarto e acaba também encontrando Panelice no corredor.

DONA SARITYELLEN: Tá acordada, Panelice?

PANELICE: Sonâmbula é que eu não sou, Dona Kate Diana Elizabeth. Pode ficar tranquila quanto a isso.

DONA SARITYELLEN: Que estranho… eu ouvi um barulho de carro saindo. Foi o meu filho, por acaso?

PANELICE: Olha, Dona Kate Diana… seu Jabiédisson me deu cem dóla pra eu ficar de boca calada. Pra senhora ouvir qualquer coisa de mim vai ter que pagar mais que isso.

DONA SARITYELLEN: COMEQUIÉ? ◉_◉

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

E agora? O que Rodolfo Reginaldo responderá à sua mãe? Será o Delegado Del Rêgo bem-sucedido em sua recuperação? Mistiane passará bem após comer o panetone? Risoleta conseguirá vir às Bahamas? Não perca o próximo e inesquecível capítulo de ENVOLVENTE SUCESSAGEM!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.