Header Ads

header ad

DEUS ME DIBRE DESSE AMOR [Capítulo #3] – Falhou



Jeckysson Cleyton toma uma cervejinha, sozinho na mesa do boteco. Gelinho logo chega e se senta à mesa.

JECKYSSON CLEYTON: Daê Gelinho, qual é a boa?

GELINHO: Boa… pffffffff ¬¬'

JECKYSSON CLEYTON: E a noite com a Julielba, hã? Malandrão…

GELINHO: Afff… nem falo.

JECKYSSON CLEYTON: Não rolou, né?

GELINHO: Ela veio pra mim, descendo, subindo, empinando e rebolando, toda bonita, toda gostosa… mas na hora H que é bom.. =/

JECKYSSON CLEYTON: Nenhuma novidade, né!?

GELINHO: Ow, também não zoa! Ò_ó

JECKYSSON CLEYTON: Não é zoeira, cara… mas, mano… o quê que a Mãe Pombinha das Cacimba já tinha te falado faz tempo?

GELINHO: Que uma ex-namorada mandou um trabalho pra eu brochar pra sempre e forevermente.

JECKYSSON CLEYTON: Mas e o tal do descarrego da Mãe Pombinha? Não ia resolver essa parada? Por que diabos você não fez isso ainda, ô vacilão?

GELINHO: PORQUE ELA ME DISSE QUE QUANDO EU FIZER ISSO, VOU PERDER MINHAS HABILIDADES NO FUTEBOL!!! ='(

JECKYSSON CLEYTON: Uôôôôuuuu!!! Essa parte da história você não tinha me contado ainda!!!

GELINHO: Entendeu agora!? Eu já não sou um jogador lá tããão habilidoso. Se eu fizer o descarrego da Mãe Pombinha, adeus pra tudo! Até pra peladinha de final de semana. E eu ainda quero tirar uma ondinha, tirar umas selfie suado ao lado de gostosa, fazer um sucessinho, sabe…

JECKYSSON CLEYTON: De quê que adianta fazer sucesso no futebol se na hora que rola a Maria Chuteira a sua bola murcha?

GELINHO: Oh, puxa vida ='(

JECKYSSON CLEYTON: Fora que a sua fama de borracha fraca já deve estar correndo pela boca das Matildes do bairro…

GELINHO: Que nada, mano… mulher não comenta o que rola na cama não. Quem faz isso é só homem…

JECKYSSON CLEYTON: Ah, não comenta, é!? Rsrsrs… vai confiando…

GELINHO: Você sabe de alguma coisa, Jeckysson Cleyton? o.O

JECKYSSON CLEYTON: Mano… amanhã tem jogo, cê joga, normal. Depois de amanhã, cê vai no terreiro da Mãe Pombinha e já resolve essa pendenga de uma vez! Fica como sendo o seu jogo de despedida, cara.

GELINHO: É… acho que é isso que eu vou fazer!

Perto dali, no centro de treinamento do Calamitoso F. C.

JADICE: Técnica Mauricene, tem dó da gente! Quase meio dia, a gente só comeu abacaxi azedo e seis copos de chá-verde, e a senhora falando que a gente só vai comer 2 da tarde?

TÉCNICA MAURICENE: Verdade! Tá brando demais. Vamos fazer assim… cinco da tarde vocês comem 5 amendoins japoneses. Até lá, é só chá verde, energético, flexão e treino de falta e escanteio! VAMOS, SUAS PREGUIÇOSAS!!!

TODAS AS JOGADORAS: OH, NÃO! ='(

NAVYLEIDE: Bem a cara dessa perdedora fazer a gente se lascar ainda mais lascado do que já tava!

Jadice fica sem graça…





Enquanto isso, na mansão de Seu Reno…

Dona Sangra, com seu inseparável tablet, chega a seu esposo, que trabalha no escritório.

DONA SANGRA: Reninhoooo… olha aqui, as fotos que eu te falei.

Seu Reno olha para o tablet, enquanto Dona Sangra passa as fotos de um luxuosíssimo navio. Ele não se empolga.

SEU RENO: Hummm… navio bacana.

DONA SANGRA: Bacana, não! O segundo mais luxuoso a fazer cruzeiro no Mediterrâneo, no Adriático... ai, é um sonho! O roteiro tem Veneza, Malta, ilhas gregas e Istambul! O sabonete das suítes e feito com leite de cabras dos Alpes Suíços. Todos os copos e taças são de cristal, não tem unzinho sequer que seja de vidro. Servem lagosta até no café da manhã e até os paninhos de escrivaninha são de algodão egípcio. É luxo até dizer chega! 😍

SEU RENO: Dizer chega eu já disse… rsrs…

DONA SANGRA: Reno! Ò.ó

SEU RENO: De onde a gente vai tirar grana pra esse cruzeiro, Sangra? A gente tá ficando rico mas não ficou ainda. Ainda tenho muito quibe pra vender até poder botar toda essa banca!

DONA SANGRA: Eu sei, meu Reninho… a menos queeee… VOCÊ TIRE SEU DINHEIRO DAQUELE TIME XEXELENTO!!! A gente fecha a torneira naquele desatino e sobra dinheiro direitinho pra esse cruzeiro maravilhoso!

SEU RENO: Eu já disse que não, Sangra! Eu vou continuar patrocinando o Calamitoso e acabou!

DONA SANGRA: Promete que se elas perderem mais uma vez você pelo menos pensa melhor na ideia?

SEU RENO: Tá, eu prometo!

DONA SANGRA: Ótimo (Sangra dá vários beijos em seu marido). Você ainda vai acordar para a realidade, Reno!

Horas depois, no Cantinho Digoreste

É de noitinha, quando Gelinho chega ao restaurante de seu pai. O estabelecimento está fechado. Só estão lá dentro o seu pai, Teozin do Coxipó, e… Jadice!

GELINHO (estranhando): Ué…

TEOZIN DO COXIPÓ (falando baixinho): Ela tá comeno eshcondido da treinadora dela… faz boca de siri.

Jadice percebe a presença de Gelinho e assusta. Engole a comida e solta os talheres no prato.

JADICE: M-m-mas… o senhor havia dito que o Gelinho nem ia aparecer por aqui!

TEOZIN DO COXIPÓ: E ele num ia memo não… quê que você veio assuntá aqui, Djelinho?

GELINHO: O senhor tava demorando pra chegar em casa… e outra, Jadice… pode comer aí, não vou incomodar.

Jadice volta a comer, Gelinho vai se aproximando dela.

JADICE: Que porre, Gelinho! Quê que você quer agora? Cê não disse que ia me deixar em paz?

GELINHO: Quer dizer que você tá comendo aqui sem a técnica Mauricene saber, certo?

JADICE: Eu estou PAGANDO.

GELINHO: Meu pai agradece… agora… se ninguém pode saber que você está aqui, por mim ó… tudo bem.

JADICE (entediada): Que ótimo, Gelinho!

GELINHO: Agora… vai que amanhã eu topo com a Técnica Mauricene e… sei lá, lembro que você esteve aqui… meio sem querer, meio no susto…

JADICE: Como assim? o.O

GELINHO: Eu posso esquecer pra sempre que você esteve hoje aqui… é só você me dar um beijo ;-)

JADICE: COMO VOCÊ É CRETINO, GELINHO!!! Ò_Ó

GELINHO: É só uma proposta…

JADICE: Quer saber do que mais, eu vou embora! Nem tava gostando tanto mesmo… VIU SEU TEOZIN!!! TÁ MUITO GORDUROSO!!! PÕE MENOS AZEITE DA PRÓXIMA VEZ!!! Ò_Ó

Jadice sai fula de raiva, deixando Gelinho na mão e Seu Teozin sem saber o que acontece

TEOZIN DO COXIPÓ: Canháim! Mas o que foi que você falou pra fazer essa réiva na moça, Djelinho? Ò_Ó

GELINHO: Ora, papai… nada! Ela tá arredia assim porque quem desdenha quer comprar. Amanhã é dia de jogo. As coisas vão começar a se resolver…

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

E agora? Será que Jadice ainda vai dar alguma moral para Gelinho? E Dona Sangra? Conseguirá convencer o marido a pagar o cruzeiro luxuoso? Não perca os o próximo e empolgante capítulo de DEUS ME DIBRE DESSE AMOR.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.