Header Ads

header ad

Risada Repórter #3: Detalhes sobre a dublagem de episódios inéditos de Chaves no Multienxofre

No distante final de janeiro de 2018, o Brasil foi varrido por um terremoto em forma de notícia: o canal pago Multienxofre, da Grupo Gigolobo, havia comprado os direitos de exibição dos seriados mexicanos mais brasileiros de todos os tempos: Chaves e Chapolin.

Esses dois mundos combinam? Agora, no Risada Repórter.
Junto ao anúncio, agora vem a informação de que o canal exibirá mais de 100 episódios inéditos de Chaves.

Então ficamos assim: quase quarenta anos depois, com boa parte do elenco já falecido (incluindo o protagonista) e só aí se descobre que 100 FUCKING EPISÓDIOS nunca passaram em nosso país. Todo dia é um 7 x 1 diferente!

Para fechar com chave de latão recicrado, alguns dos dubladores brasileiros do seriado também já estão dando um rolê em Nosso Lar (o dublador original de Chaves fez a passagem já nos anos 1990). OOOOO QUUUEEEE ABBBRREEEE à oportunidade do quê, do quê, do quê?

DISSO MESMO! Do Multienxofre usar a prata da casa para dublar esses personagens que, no Brasil, só não são mais queridos que gato na TV a cabo.

Portanto, fiquem agora com a lista exclusiva que conseguimos com exclusividade ao excluir um rim do próprio corpo e pagar a uma fonte confiável.

Quem serão os dubladores de Chaves no Multienxofre?


Professor Girafales, dublado por Bruno Mazzeo: A brilhante ideia é fazer um plot-twist-ação-de-marketing entre o professor do Chaves e o Professor Raimundo, já brilhantemente estragado interpretado pelo mesmo ahmmm... humorista aos domingos. Ao dispensar os alunos depois de uma aula cheia de gracejos, Professor Girafales olhará para câmera e dirá: "Mas que cilada!".



Nhonho e Seu Barriga, dublados pelo Ferdinando: a dublagem bafônica do ~engraçadíssimo~ entrevistador teria um quê de Vanessão. Na hora de cobrar os 14 meses de aluguel atrasado, Ferdinando dublaria "vai me dar sim". Desse jeito, utilizar-se-ia de Seu Barriga para homenagear esta grande baluarte do travestismo rodoviário nacional.


Quico, dublado por Samantha Shchschümszchtzsch: Depois de fracassada a tentativa de pôr Quico no colo de Bruno de Luca, a direção de dublagem preferiu usar Samantha Schmschüsztsz devido ao seu ahmmmm... know-how adquirido com o personagem Juninho Play. As cenas de choro teriam uma dublagem à parte do Stepan Nercessian, que reaproveitaria o efeito alongado do "Alô TeresinhaaAaAaaAAA", de seu Cosplay de Chacrinha.


Seu Madruga, dublado por Rodrigo Sant'Anna: acessando a memória afetiva do seriado Os Suburbanos e misturando com aquelas pedintes do metrô do Zorra Total, o novo Seu Barriga sempre negaria os pedidos de sua filha Chiquinha avisando-a de que ele não tem nenhum "centarro".


Bruxa do 71, dublada pela Zezé de Avenida Brasil: dando voz à senhora de idade avançada apaixonada pelo vizinho falido, Zezé mudaria ~levemente~ a forma de chamar pelo seu gatinho Satanás: "Ô Satanaish, é você que taí, meu filho? Eu, hein...". Sempre que fosse pendurar suas combinações no varal, a nova voz de Dona Clotilde cantaria o clássico "Eu quero ver tu me chamar de amendoim".


Chiquinha, dublada por Tatá Werneck: conhecida por falar, falar e ninguém entender, Tatá é a dubladora perfeita para aqueles momentos em que Chiquinha chora copiosamente e ameaça o Chaves dizendo que contará ao seu pai levou mil tiros de metralhadora do pobre menino do Barril. De quebra, ela poderá falar "Oi Chavesh, seu goishtoso" de vez em quando.


Dona Florinda, dublada por Paulo Gustavo: as 893824790532914397 aparições de Paulo Gustavo no papel de sua própria mãe o qualificam para ser dublador de Dona Florinda. Para tanto, o convite da mãe do Quico destinado ao Professor Girafales será levemente modificado para: "Tu não tá afim de dar um pulinho no meu cafofo pra tomar um café e ó... [paf paf paf paf] lavar a égua, néim?". E ao esbofetear o Seu Madruga ela passará a dizer: "E da próxima veish, vai veshtir arrr calcinha da sua avó, aquela ariranha sequeladããnnn!".


Chaves e Chapolin: dois potenciais dubladores disputam (!?) Chaves e Chapolin - Bento Ribeiro e Tom Cavalcante.

Na voz de Tom Cavalcante, o Chaves se tornaria uma espécie de "novo" Ribamar, o porteiro cearense do Sai de Baixo. Em vez de sanduíche de presunto, o novo Chaves seria obcecado por buchada de bode e macaxeira.

Já na voz de Bento Ribeiro a grande proposta é transformar a música "Que Bonita Sua Roupa" em "Teteta, teteta, teteteteteteta, travesti também tem teta", um dos grandes sucessos musicais do ator e ahmmm... comediante.

Há ainda a opção de dividir as dublagens, deixando Tom exclusivamente com Chaves e Bento exclusivamente com Chapolin. Nesse caso, o grande gatilho de Bento para dublar "se aproveitam de minha nobreza" seria a memória afetiva de sua sub-utilização por parte de Marcelo Rouanet na época do extinto Tragédia MTV.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.